SIND-LOGOWHATS

Plano de trabalho do SINDECON-RN para o ano de 2017, elaborado em 16/12, reunião da diretoria.

Clique aqui para Baixar o Plano de trabalho do SINDECON-RN para o ano de 2017, elaborado em 16/12, reunião da diretoria: Clique para BAIXAR

 

PLANO ANUAL DE TRABALHOPAT – 2017

 

SUMÁRIO_____________________________________________________ 2

APRESENTAÇÃO   _____________________________________________ 3

I–OBJETIVOS __________________________________________________ 4

II–ESTRATÉGIA ________________________________________________ 4

III-PROJETOS __________________________________________________5

PROJETO 1– Formação do Economista______________________________ 5

PROJETO 2– Dia do Economista___________________________________ 5

PROJETO 3– Formação de dirigentes sindicais________________________ 6

PROJETO 4 – O que faz o Economista_______________________________ 6

PROJETO 5 – Criação do site do SINDECON_________________________ 6

IV- ATIVIDADES ________________________________________________ 7

ATIVIDADE 1 – Ampliar a base sindical_______________________________7

ATIVIDADE 2 –Fortalecer o mercado de trabalho do economista ___________7

ATIVIDADE 3 –Mudanças nas legislações ____________________________ 7

ATIVIDADE4–Comunicação do SINDECON __________________________ 7

ATIVIDADE 5–Gestão Econômico-Financeira _________________________ 8

V–DIRIGENTES, CONSELHEIROS E DELEGADOS____________________ 8

VI- DISPONIBILIDADE ORÇAMENTÁRIA ____________________________ 9

VII– MATRIZ DE RESPONSABILIDADES ___________________________ 10

 

 

 

 

 

APRESENTAÇÃO

O Plano Anual de Trabalho do Sindicato dos Economistas do Estado do Rio Grande do Norte, para o ano de 2017 (PAT-2017) foi aprovado pela Assembleia Geral Ordinária, realizada no dia 16 de dezembro de 2016, com base na proposta elaborada pela Diretoria Executiva em cumprimento ao que dispõe o Estatuto do SINDECON-RN, e com a participação dos dirigentes eleitos para o período de 2015 – 2018. O PAT-2017 dá continuidade às propostas baseadas na reunião de planejamento realizada pela diretoria, que referendou as diretrizes estratégicas definidas anteriormente.

Na proposta definiu-se o objetivo maior do Sindicato dos Economistas do Estado do Rio Grande do Norte, em decorrência desta interpretação foram criados os balizadores estratégicos para o plano de ação de 2017/2018, a seguir definidos:

Negócio: Valorização e reconhecimento econômico e social dos economistas, frente às instituições públicas, privadas e a sociedade.

Missão: Contribuir para o fortalecimento do mercado de trabalho do economista no Rio Grande do Norte, na busca de melhores condições de empregabilidade e remuneração. Ai se inclui a participação em negociações salariais, acordos e dissídios coletivos. Apoiar iniciativas destinadas a atualizar e aperfeiçoar os economistas, além de prestar assistência legal para que se tornem agentes efetivos da promoção da prosperidade da sociedade norte rio-grandense.

Visão: Em 2017, o Sindicato deve ser entidade de referência para a categoria dos economistas acompanhado do Conselho de Economia.

Valores: Solidariedade, Espírito de Equipe, Transparência, Compromisso com a Instituição e Honestidade.

A Diretoria deste Sindicato parte do princípio de que precisa fortalecer a sua rede de parcerias institucionais, que possa ajudar, através de propósitos e ações comuns, a valorizar a atuação dos economistas na sociedade.

Conta-se fundamentalmente, com o Conselho Regional de Economia do Rio Grande do Norte, para de forma conjunta ampliar a atuação do órgão classista, tornando o economista agente do desenvolvimento.

Alcançar os objetivos do Plano é de fundamental importância, sendo necessário que os responsáveis pelos Projetos e Atividades atuem articuladamente, devido à amplitude das ações a serem desenvolvidas, o que serve também para fortalecer cada vez mais o processo participativo da categoria nos destinos do Sindicato.

 

OBJETIVOS

Os objetivos estratégicos do Plano de Trabalho serão os seguintes:

  1. a) – Fortalecimento institucional do Sindicato, enquanto legítima entidade sindical de representação dos economistas do Estado do Rio Grande do Norte, ampliando os espaços nos quais já vem atuando e ocupando novos, ao mesmo tempo em que amplia o seu quadro social;
  2. b) – Valorização profissional dos economistas, através da execução de um conjunto de projetos e atividades que ajudem a viabilizar a realização de pesquisas, de cursos, preparação de candidatos a concursos, o acesso a informações técnico-científicas, debates, palestras, seminários e encontros, e a busca da melhoria da qualidade dos cursos de graduação do Rio Grande do Norte;
  3. c) – Defesa e ampliação do mercado de trabalho da categoria, através de iniciativas que contribuam para melhorar as condições gerais de emprego, remuneração, trabalho e ascensão profissional, com ações que garantam a liberdade do exercício da profissão, remuneração justa, reconhecimento profissional, num ambiente de solidariedade e responsabilidade ética entre os Economistas;
  4. d) – Preparação dos quadros dirigentes em cursos de formação e aperfeiçoamento para os atuais e futuros dirigentes do sistema, em convênio com a FENECON, CNPL, OIT, UGT e apoio de instituições de ensino e pesquisa e em conjunto com outras entidades sindicais de profissionais liberais.

ESTRATÉGIA

Para a execução do Plano, foi definida uma estratégia de trabalho que implicará na busca de parcerias institucionais das mais diversas ordens, além da ação integrada das entidades que constituem a Casa do Economista.

No âmbito da categoria, se privilegiará o trabalho conjunto com a FENECON e demais SINDECONS, bem como com a Confederação Nacional das Profissões Liberais (CNPL), a União Geral dos Trabalhadores (UGT) e sindicatos de outras categorias profissionais, com o propósito de realizar algumas iniciativas em prol da categoria.

Parcerias com órgãos públicos nas esferas federal, estadual, municipal e privada, aí incluídas as universidades, serão constituídas e fortalecidas as já existentes.

Com as instituições da sociedade civil, inclusive com entidades de ensino e pesquisa serão compartilhadas algumas ações concretas, com centros acadêmicos de economia.

A retomada dos espaços que já se ocupou, agregados aos novos que serão conquistados, será possível com a veiculação de informações, ideias e opiniõesde interesse dos economistas e da sociedade, através da página no Facebook e do site do SINDECON-RN e no portal da FENECON; de entrevistas dos dirigentes do Sindicato na mídia; da publicação de notícias e artigos sobre questões econômicas relevantes para a sociedade em geral, bem como a opinião do Sindicato sobre temas econômicos, trabalhistas e regionais de importância.

Afora isso, se continuará ampliando a base financeira do Sindicato e racionalizando seus gastos, intensificando o uso da informática e das modernas formas de comunicação.

PROJETOS

Durante o ano de 2017 será priorizada a execução de cinco projetos. Em princípio, os projetos serão iniciativas a serem executadas em prazo determinado, com coordenação própria, merecendo orçamento específico e recursos previamente aprovados, ainda que procedentes de múltiplas fontes de financiamento. Periodicamente os responsáveis por esses projetos farão relatórios de desempenho e, quando necessário, oferecerão propostas de correção de rumos e aperfeiçoamento.

 

PROJETO 1 – Formação do Economista

 

Colaborar com o CORECON-RN, com a Faculdade de Economia da UFRN e UERN com as entidades estudantis, no processo de melhoria do Curso de Graduação em Economia e PÓS GRADUAÇÃO, em respeito às diretrizes curriculares estabelecidas pela Resolução 04/2007 do Conselho Nacional de Educação.

Promover uma agenda de eventos periódicos tais como: seminários, workshops, painéis, cursos e palestras para a extensão da qualificação profissional dos economistas e dos estudantes de economia.

Coordenação: Diretoria de Comunicação Social.

PROJETO 2 – Mês do Economista

Executar a programação alusiva ao “Dia do Economista 2017”, com os eventos destinados aos economistas, estudantes de economia e a sociedade em geral.

Premiação: Classe Política, Empresas e Instituições.

Ações Sociais: Corrida Econômica, Festa do economista e o Encontro da mulher economista.

Palestras: Universidades, escolas e instituições

Nessa programação se fará a entrega do título de “Profissional Economista de 2017” ao profissional que se destacar no ano.

Coordenação: Diretoria Executiva

PROJETO 3 – Formação de dirigentes sindicais

Apoiar a formação e a atualização de dirigentes sindicais, através de treinamentos específicos, abrangendo especialmente a legislação e administração sindical, com apoio da FENECON, da CNPL e da UGT, de forma a ampliar e aperfeiçoar os trabalhos dos membros da Diretoria e demais lideranças da categoria.

Coordenação: Diretoria de Relações Socioeconômica e Sindical

PROJETO 4 – O que faz o Economista

Desenvolver uma campanha de divulgação sobre a formação e as habilidades profissionais do Economista, junto aos órgãos e empresas públicos e particulares, como forma de ampliar as oportunidades de trabalho, em conjunto com o FENECON, CORECONS, SINDECONS, Faculdades de Economia e outras entidades de classe, com uso dos mais variados recursos de mídia. A campanha também será feita junto aos alunos de curso médio e de ENEM.

Coordenação: Diretoria de Comunicação Social

PROJETO 5 – Criação do PROGRAMA SOBRE ECONOMIA NO YOUTUBE,

Através do site do Sindicato sem prejuízo da manutenção da página que o sindicato já tem no portal da FENECON, a exemplo de outros SINDECONS.

Coordenação: Diretoria Executiva

 

PROJETO 6 – Consumidor Consciente e Consumidor sem Dívida

Plantão dos endividados, parceira com a CDL, FECOMERCIO e Associação Comercial.

Coordenação: Diretoria Executiva

PROJETO 7 – Criação da Academia Norte Rio-grandense de Economia

Coordenação: Diretoria Executiva

PROJETO 8 – Economista Junior (Empresa Junior de Economia)

Coordenação: Diretoria de Comunicação Social

PROJETO 9 – Fortalecimento do Mercado de Trabalho do Economista

Ampliação do mercado de trabalho do economista

  • Projetos Econômicos e Financeiro;
  • Pericia;
  • E outras atividades a serem trabalhadas.

Coordenação: Diretoria Executiva

PROJETO 10 – Almoço palestra

Almoço com temas específicos de interesse da sociedade, será 01 almoço por bimestre.

Coordenação: Diretoria Executiva

 

Algumas outras atividades que serão desenvolvidas:

  • Legislação da profissão;
  • Editais, planos de trabalho, orçamento, convênios, eventos do SINDECON-RN;
  • Oportunidades de trabalho, inclusive concursos públicos e as exigências de conteúdo sobre economia em cada edital;
  • Artigos e eventos de interesse da categoria;
  • Disponibilidade de cursos de economia, particularmente RIO GRANDE DO NORTE, com informações quanto à grade curricular, projetos de pesquisa e extensão;
  • Atividades acadêmicas dos cursos de graduação e pós-graduação em Economia. Aqui seria basicamente a agenda mensal, como seminários, defesas de dissertação e tese, entre outros;
  • Caderno de Conjuntura;
  • Acompanhamento legislativo referente aos temas em andamento de interesse do movimento sindical e da profissão de economista;
  • Geração de guia avulsa de recolhimento da contribuição sindical;
  • Pedido de sindicalização, com base no aplicativo já disponível no site da SINDECON.

Coordenação: Diretorias de Comunicação e Relações Públicas e de Promoção Social, Técnica e Cultural.

ATIVIDADES

As atividades terão caráter permanente, algumas já incorporadas à rotina de trabalho do Sindicato e, em alguns casos, exigirão prévio orçamento, podendo contar com múltiplas fontes de financiamento e serão desenvolvidas basicamente pela Diretoria Executiva, ainda que, em alguns casos, conte com o apoio técnico profissional.

ATIVIDADE 1 – Ampliar a base sindical

Fortalecer e ampliar a base sindical do Sindicato, com o apoio do CORECON/RN, através de ações de convencimento da importância da sindicalização para o profissional.

Implantar representação sindical em, pelo menos, uma empresa/órgão público no Rio Grande do Norte, assim como iniciar os procedimentos para implantar pelo menos uma Delegacia Sindical no Estado em 2017.

Coordenação: Diretoria de Relações Sindicais.

ATIVIDADE 2 – Fortalecer o mercado de trabalho do economista

Ampliar o papel institucional do SINDECON junto aos poderes públicos, as empresas e organizações nacionais e regionais, em defesa dos direitos e dos interesses da categoria, e participar de eventos intersindicais, interprofissionais e de outros fóruns de interesse dos afiliados.

Participar de negociações salariais, acordos e dissídios coletivos.

Coordenação: Presidência e Diretoria de Relações Sindicais

ATIVIDADE 3 – Mudanças nas legislações

Acompanhar, divulgar, debater e se manifestar sobre as mudanças na legislação sindical, trabalhista e previdenciária, com apoio da CNPL, FENECON, UGT, OIT e outras entidades.

Apoiar, sugerir alteraçõesna aprovação do PLS-658 que visa atualizar a legislação regulamentadora da profissão de economista.

Coordenação: Diretoria Administrativo-Financeira.

ATIVIDADE 4 – Comunicação do SINDECON

Divulgar o posicionamento do SINDECON através da mídia, sobre questões de âmbito nacional, regional e estadual, sobretudo na área econômica.

Intensificar o uso da página do Facebook e do site do SINDECON-RN no portal da FENECON.

Aumentar a frequência do envio do “Material Informativo Eletrônico” do SINDECON-RN aos economistas.

Coordenação: Diretoria de Comunicação

ATIVIDADE 5 – Gestão econômico-financeira

Desenvolver projetos que possam ampliar as receitas do SINDECON-RN, entre eles a estruturação, disseminação e gestão do trabalho avulso.

Ampliar o sistema de cobrança da contribuição sindical anual.

Intensificar a campanha de sindicalização.

Atualizar e manter em dia o Cadastro de Sócios do SINDECON-RN.

Manter atualizado os dados cadastrais do SINDECON-RN junto à CNPL, FENECON, UGT, Ministério do Trabalho e Emprego, OIT, COFECON/CORECONS etc.

Garantir o apoio à execução das atividades dos demais diretores do Sindicato.

Responsabilidade: Presidência e Diretoria Administrativo-Financeira.

ATIVIDADE 5 – Gestão econômico-financeira

Desenvolver projetos que possam ampliar as receitas do SINDECON-RN, entre eles a estruturação, disseminação e gestão do trabalho avulso.

Ampliar o sistema de cobrança da contribuição sindical anual.

Intensificar a campanha de sindicalização.

Atualizar e manter em dia o Cadastro de Sócios do SINDECON-RN.

Manter atualizado os dados cadastrais do SINDECON-RN junto à CNPL, FENECON, UGT, Ministério do Trabalho e Emprego, OIT, COFECON/CORECONS etc.

Garantir o apoio à execução das atividades dos demais diretores do Sindicato.

Responsabilidade: Presidência e Diretoria Administrativo-Financeira.

DISPONIBILIDADE ORÇAMENTÁRIA

A assembleia geral, reunida no dia 16 de dezembro de 2016, aprovou o Orçamento para 2017 que estima uma Receita Total de R$ 7.000,00, 50% maior do previsto para 2016, e autoriza uma despesa total de igual valor.

Considera-se a estabilização da Receita de Contribuição Sindical (60% do valor pago, conforme a CLT), com uma previsão conservadora de que apenas 100 economistas do Rio Grande do Norte venham pagar essa contribuição. Esta rubrica representará 80% da receita total.

As Outras Receitas que deverão ser geradas com a realização de eventos por este sindicato representarão 20% do orçamento da receita.

As Despesas Gerais foram autorizadas no valor de R$ 6.800,00, representando

97,14% do valor orçado para 2016. Foi fixada uma verba de R$ 1.200,00 para aquisição de Bem de Capital (equipamento).

Contudo, a receita da Contribuição Sindical pode ser ampliada, desde que haja um aumento no emprego de economistas e uma divulgação sobre a importância da contribuição para o custeio das ações sindicais em prol da categoria. Afora isso a recobrança poderá resultar numa arrecadação extra.

 

 

Natal(RN), 16 de dezembro de 2016.

 

 

 

 

MATRIZ DE RESPONSABILIDADES

Diretoria Integrantes Projetos Atividades
1. Presidência 2 e 5
2.Diretoria  Administrativo-Financeira 3 e 5
3. Diretoria de Comunicação e Relações Públicas 4 4
5. Diretoria de Promoção Social, Técnica e Cultural. 1,2 e 5
6. Diretoria de Relações Sindicais 1 1 e 2
Projetos Diretoria Coordenação
1. Formação do Economista Diretoria Comunicação Social
2. Mês do Economista Diretoria Comunicação Social
3. Formação de Dirigentes Sindicais Diretoria de Relações Socioeconômicas e Sindical
4. O que faz o Economista Comunicação e Relações Públicas
5. Criação do site do SINDECON Promoção Social Técnica e Cultural
6. Consumidor Consciente é consumidor sem dívida
Atividades Diretoria Coordenação
1. Fortalecer e Ampliar a Base Sindical Relações Sindicais
2. Fortalecer o mercado de trabalho do economista Presidência

Relações Sindicais

 

 

3. Mudanças nas legislações Administrativo e Financeira
4. Comunicação do SINDECON Comunicação e Relações Públicas
5. Gestão Econômico-Financeira Presidência

Administrativo e Financeira

 

 

 

 

 

WhatsApp Image 2016-10-05 at 1.03.33 PM
IMG000000000005491