Artigo: A CRISE ECONÔMICA DOS PAÍSES DA ZONA DO EURO E SEUS REFLEXOS NA ECONOMIA BRASILEIRA

  Antônio Félix de Souza

Afelixsouza@gmail.com Economista e Professor

                                                                                                                       Pós-graduado em matemática pela UFRN

Antônio Félix de Souza

Todos os dias os meios de comunicações falam sobre a crise da economia dos países da zona do euro. Por queestes países estão passando por esta crise? Temos algumas respostas: Primeiro, porque naqueles países, o sistema capitalista está em decadência. Segundo, aqueles países não se planejaram para conviver com as futuras crises. Terceiro, que partes dos mesmos unificaram suasmoedas, adotando o euro como moeda única. Suponhamos que cada daqueles países fossem aplicar política monetária de desvalorização cambial, encontrariam dificuldades. Quarto enfrentaram uma queda na produção de bens e serviços, afetandodesemprego, veja, por exemplo, o que passando a Grécia, o governo adotando políticade arrocho fiscal (cortando gastos,aumentando impostos, reduzindo salários e cortando décimo terceiro de trabalhadores, alem demissões) com estas medidas, o país vive o momento de greve dos trabalhadores que é muito justo.Paraatenderasexigência s doFundo Monetário Internacional(FMI) para liberação do empréstimo,  gerando um grande caos com trabalhadores daquele país.  Quinto aumentaramseus déficit público, dívidas interna e externa (pelos títulos público  e pelos empréstimos contraídos  aos órgãos financeiros).

          Com a queda do Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro para 0,1% em dois trimestres consecutivos, o bloco está em recessão. Podemos enumerar alguns percentuais de queda doPIB no trimestre  de alguns países: Alemanha 0,2%, França 0,2% e Espanha 0,3%.

         Precisamos compreender o que é uma recessão?  Uma depressão? As causas da recessão e quais seus reflexos nos países emergentes, principalmente o Brasil. O conceito de recessão econômicaé muito complexo. Alguns economistas afirmam que acontece quando há um registra na queda do Produto Interno bruto (PIB) no período de dois tremestes consecutivos. Por exemplo,O Brasil amargou uma queda do PIB em dois trimestres consecutivos e entrou em recessão.  Nosso país passou por vários ciclos de recessão.  A mais demorada aconteceu nadécada de1980, quando ocorreua transição do regime militar para o democrático. No governo do presidente José Sarney, neste período,por longo tempo de inflação e hiperinflação. Ao mesmo tempo a dívida externacrescia bastante por causas altas taxas de juros. Com decorrer dos anos, a situação de todos nós, (brasileiros), piorava cada vez mais. Aconteceu que os produtos tiveram uma grande elevação de preços.  Neste período convivermos com três moedas diferentes ( o cruzeiro, o cruzado e o cruzado novo). Muitos planosforam criados, visando enfrentar a crise. Dois anos depois houve uma mudança nocenário com a queda do PresidenteFernando Collor , com criação do plano real no governo do Presidente Itamar  Franco. A criação deste plano tinha objetivo de estabilização da moeda. Qual é causa da recessão econômica?  Uma das causas da recessão econômica é a queda na atividade econômica por períodos consecutivos. Com esta queda, o paíspassa a          Natal        vender menos, com isto, gerando um déficit na balança comercial (Exportação menor que importação)  para sair desta crise o país tem ampliar  o mercado, através de novos parceiros.Esta decisão pela uma questão política, pois sabemos que política e economia andam juntas. Além da recessão econômica, temos a depressãoconômica.A segunda é caracterizada pela adição da recessão mais a deflação. Alguns especialistas falam que a depressão acontece quando o PIBde um país tem um declínio de mais de 10%. Para uma compreensão mais didática a diferença entre as duas são explicadas pela seguinte frase antiga: “uma recessão équando o seu vizinho perde o emprego ; já uma depressão é quando você perde o seu”.

Por que esta crise pode afetara nossa economia ( no caso Brasil)? A resposta pode ser bem simples: Primeiro, que o nosso país não estáisolado, para sobre viver, precisamosderelações comerciais com outros países, através da balança comercial (Exportação menos importação), Precisamos de novosparceiros. Na medida em que PIB destes países caem, eles passam importar menos. Por causa disto, há uma queda em nossas divisas (redução nas reservas cambiais), porque exportamos menos, gerando assim um déficit balança comercial. Com a crise econômica, nossos compradores, perdem a capacidade de comprar.  Sabemos que a economiaé uma ciranda financeira. Nosso país está vivendo um processo de desaceleração na economia mesmo com ultimas medidas adotado pelo governo federal para estimular a economia.  Portantonossoconhecimentode economiaé primordial, para que possamosentender esta crise.

Natal-RN, 17/11

WhatsApp Image 2016-10-05 at 1.03.33 PM
IMG000000000005491